Adoração do Santíssimo Sacramento

  • PRIMEIRA QUINTA-FEIRA de cada mês, seguir a tradição, com especial relevância para o acto e proporcionar a todas as pessoas e famílias que porventura venham, terá lugar de 19:30 Para 20:30:30h.
  • RESTO DE QUINTA-FEIRA do mês, A Exposição e Bênção com o Santíssimo, de 18:00 Para 19:00h.

A adoração da Eucaristia é consequência da fé na presença real de Jesus sob as espécies do pão e do vinho. Jesus mostrou seu imenso amor "até o extremo" ficando conosco. Esta presença é o maior tesouro da Igreja. Porque queremos retribuir tanto amor, guardamos nos sacrários as espécies eucarísticas do pão.. Queremos tê-lo perto e estar com ele. Com adoração prolongamos a sua presença na celebração da missa.

Adorar significa adoração, reconhecer que Cristo é meu Senhor, a majestade, Misericórdia divina. Também significa homenagear alguém com carinho e amor. Para nós é entrar em um relacionamento íntimo com o Senhor. A adoração é oferecida somente a Deus. Nós veneramos a Virgem Maria e os santos. A adoração eucarística é o ato de reconhecer que o próprio Deus está em Jesus-Eucaristia.

A adoração eucarística é um momento de privacidade, de confiança e amizade com Deus. Naqueles momentos de oração diante do Santíssimo, diante de Jesus Sacramentado, lembramos que sua presença é fruto do amor que ele tem por nós. É um momento oportuno para renovar nosso propósito de sermos santos e responder generosamente ao amor de Deus.. Na adoração a Cristo Jesus também podemos pedir perdão por nossas faltas e pecados., reconhecendo assim, com humilhação, que só ele tem o poder de nos perdoar e que o exerce por meio de seus sacerdotes no confessionário, renovando a nossa confiança na sua misericórdia.

Podemos orar uns pelos outros, para nossos parentes, os amigos, para os necessitados, os sofredores, os doentes, O moribundo, os pobres… Também para a Igreja, o Papa, os bispos, os sacerdotes…

O hino 'Adoro te devoto', composta por Sto. Thomas Aquinas.

Quão bem se explica agora o incessante clamor dos cristãos, em todos os momentos, diante da Hóstia sagrada! Canta, Língua, o mistério do Corpo glorioso e do Sangue precioso, que o Rei de todos os povos, nascido de uma mãe fecunda, derramado para resgatar o mundo. É necessário adorar com devoção este Deus escondido: É o mesmo Jesus Cristo que nasceu da Virgem Maria.; o mesmo que sofreu, que foi imolado na cruz; o mesmo de cujo lado perfurado saiu água e sangue. São Josemaría Escrivá. É Cristo que passa, 84

 "Como é bonito ver até onde Deus nos amou, que se fez PÃO para nos alimentar com o seu Corpo e se fez presente no corpo dos pobres para que possamos alimentá-los dando-lhes o pão".  Bem-aventurada Teresa de Calcutá.